/ governosp

Veja dicas compartilhadas durante oficina de produção audiovisual para Instagram

0

Neste período de distanciamento social, buscamos, no online, outras maneiras de estar conectado com o que gostamos. O uso da redes para compartilhar conhecimento, publicidade ou até mesmo um pouco de nós está cada vez mais difundido. Mas será que todos sabem produzir e compartilhar informação relevante e de qualidade em espaços virtuais como Instagram, Facebook e YouTube? 

Foi pensando nisto que Felipe Parra ministrou, nos dias 2, 3 e 4 de setembro, a Oficina Online Produção Audiovisual para Instagram. Nos encontros, o produtor apresentou aspectos importantes para facilitar a criação de material audiovisual para a plataforma que cresce, a cada dia, em popularidade.

Temas como planejamento, roteiro para as produções em vídeo, direitos autorais, edição, direção de arte e a diferença entre feed, stories, IGTV e Lives foram abordados nos encontros com o objetivo de apresentar as possibilidades de linguagem narrativa dentro desta rede social. 

O professor também lembrou a importância de ficar atento ao formato de cada plataforma. É comum, ao pensarmos em vídeo, imaginá-lo com a visualização na horizontal. Mas, atualmente, possuímos uma diversidade de aplicativos para compartilhamento e, por isso, é preciso ter clareza onde o material será veiculado. Isso diminui o risco de erros durante a produção.

Outro fator é a busca por um equilíbrio entre qualidade de produção e relevância do conteúdo. Por se tratar de uma rede social, as pessoas não esperam ver apenas vídeos super produzidos e com qualidade de cinema. Então, não é preciso muito para colocar a mão na massa e tirar as ideias do papel na hora de pensar tipos de publicações legais para as redes. O importante é aproximar a sua linguagem do público. 

E aí? Preparado para criar seus conteúdos audiovisuais para o Instagram e outros aplicativos? Solte a criatividade, junte com as dicas de Felipe Parra e tire suas ideias do papel! 

Compartilhe

Deixe um Comentário

Ouvidoria Transparência SIC
Doe Máscaras