Programação de novembro

0

A programação de novembro da Biblioteca Parque Villa-Lobos, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerida pela Organização Social SP Leituras (entre as 100 Melhores ONGs do Brasil), tem atividades para quem procura aprender e se divertir. Quem gosta de ilustração encontra oficina com Lúcia Hiratsuka, marcada para domingo, dia 24, das 11h às 13h30, e indicada para crianças a partir de 7 anos. A ideia é partir da observação da natureza e experimentar a fluidez da tinta sumi (de fuligem vegetal) construindo imagens diversas.

Quem tem mais de 14 anos pode participar da oficina de escrita criativa, com Michel Yakini, no dia 29, sexta-feira, das 15h às 17h. Yakini vai tratar da literatura, memória e identidade, abordando a produção da Literatura Negra brasileira e das periferias de São Paulo. Quem quiser experimentar escrever contos fantásticos com elementos de fantasia, horror, distopia e realismo mágico deve fazer a inscrição para curso com o escritor Marcelo Maluf. As aulas começam no dia 12, terça-feira, e vão das 13h às 17h, sempre às terças e quintas-feiras até o dia 26. Inscrições a partir do dia 22 de outubro, às 10h no link www.bvl.org.br/inscricao .

Quem não perde os encontros com escritores tem bate-papo marcado para o dia 9, sábado, com Rodrigo Ciríaco e Renan Inquérito, às 11h. E o Clube de Leitura, que também tem sem espaço na programação mensal, debaterá, em novembro, “C.A. Cotidiano anônimo”, de Fabrizio Dsc, no dia 29, às 15h. Vale adicionar ainda que a BVL participa, em novembro, da Virada Inclusiva com uma visita sensorial pelo espaço, no dia 29, sexta-feira. E para a qual estão todos convidados!

Dica do mês

Já conhece a Ludoteca da BVL? O espaço fica no piso térreo e conta com uma série de jogos de tabuleiro, entre outros, e brinquedos para jogar sozinho ou em grupo. A ideia é que a biblioteca seja um espaço de brincar, no qual também se aprende. E, tratando-se de jogos, vale acrescentar que, no mesmo piso, aos sábados, das 15h às 17h, contamos com a oficina de xadrez, comandada pelo grupo FOX – Formação e Orientação de Xadrez. Na atividade, os participantes aprendem as regras, os movimentos das peças e algumas táticas do xadrez, além de disputar partidas. Pessoas com deficiência visual dispõem de tabuleiros adaptados. Isso sem falar nos Jogos Sensoriais, experiência lúdica que estimula as habilidades sensoriais e a memória, com jogos e brincadeiras para pessoas com e sem deficiência, sempre às terças-feiras, das 16h30 às 17h30. Que tal vir para experimentar?

Confira o guia de programação, clicando aqui.

Compartilhe

Deixe um Comentário