Diomedes (Lourenço Mutarelli)

0

DiomedesEm 1999, quando foi lançado O dobro de cinco, primeiro álbum da “trilogia em quatro partes” protagonizada pelo detetive Diomedes, Lourenço Mutarelli já era um quadrinista conhecido, seguido de perto por um círculo de leitores fascinados por suas belas histórias de caráter pessoal e intimista, com personagens atormentados pela solidão e pela morte. Para muitos, portanto, deve ter sido uma surpresa sua guinada para um gênero popular como o quadrinho policial, em geral narrado com um traço mais contido e disciplinado, a serviço de uma história de investigação esquemática e roteiro bem definido.

Mas esta é uma história policial de Mutarelli. Seu protagonista não é um tipo durão, envolvido com perigosas intrigas e belas mulheres. É um delegado aposentado, gordo e sedentário, em busca de uns trocados para completar o orçamento. Nunca resolveu um caso, e passa a maior parte do tempo bebendo e fumando em seu escritório imundo. No entanto, ao partir no encalço do há muito desaparecido mágico Enigmo, seu cotidiano ordinário fica para trás. Em busca da sorte grande e metido em circunstâncias cada vez mais desfavoráveis em seu caminho repleto de figuras bizarras, Diomedes será obrigado a usar todo o talento que jamais imaginou possuir para desvendar o “Enigma de Enigmo”.

Compartilhe

Deixe um Comentário