Bruxas e vampiros “nasceram” em história criada em oficina na BVL

0

“A bruxa do cupcake”. Este foi o título escolhido pelas crianças para a história inventada por elas durante oficina realizada na manhã de sábado, com Lili Flor e Paulo Pixu, do grupo Pitirillo. A atividade, que contou com muita música, cores e desenhos, teve início com a criação dos personagens e passou pela ambientação das cenas descritas pelas pequenas autoras.  Misturando aventura e terror, a narrativa contou com a construção até mesmo de palavras mágicas que contribuíram com a divertida performance de cada um dos personagens – e foram muitos – desenvolvidos para o enredo.

Catarina, de 8 anos, foi uma das primeiras a chegar para participar da atividade. Ela, que tem sua própria biblioteca em casa, costuma ler bastante com a família. E se sente muito à vontade na BVL. Ela e Fúlvia, sua mãe, vieram de Barueri (SP) para passar o dia no Parque Villa-Lobos, com direito ao passeio pela BVL. Já Isabely, de 9 anos, Maria Clara, de 8 anos, vieram, respectivamente, dos bairros do Jaguaré e Ipiranga, aqui mesmo da capital paulista. Elas ficaram encantadas ao observar como a história foi se desenvolvendo a partir do compartilhamento de ideias, conduzido por Lili Flor e Paulo Pixu. A turma contou ainda com Eduarda, de 10 anos, que mora bem pertinho da biblioteca e, sempre criativa, não perde as atividades propostas pela programação.

Com a trama de “A bruxa do cupcake” completa, todos participaram da contação da história, com direito à plateia. Quem passava pela área perto do deck, onde foi realizada a oficina, parava para ouvir. E não foram poucos os aplausos ao final.

Perdeu essa? A última oficina com o grupo Pitirilo durante as férias acontece no próximo sábado, às 11h, aqui na BVL, e chama-se Fábrica de sons. A atividade, indicada para crianças a partir de 5 anos de idade, propõe a criação dos mais diversos instrumentos e objetos musicais: clavas, tambores, flautas, tampofone, reco-reco, chocalhos, cuícas, apitos entre outros; tudo isso fazendo uso de materiais do dia-dia. Depois, será eleito um livro da biblioteca para que seja lida e cada um pode utilizar o seu instrumento para fazer a sonorização dessa história. Vale lembrar que é grátis e não precisa fazer inscrição para participar! É chegar e brincar!

Compartilhe

Deixe um Comentário