O que os cegos estão sonhando (Noemi Jaffe)

0

capa_o_que_cegos_estao_sonhando

Em abril de 1945, cerca de um ano após ser presa pelos nazistas e enviada como prisioneira para Auschwitz, Lili Jaffe (cujo nome de solteira era Lili Stern) foi salva pela Cruz Vermelha e levada à Suécia. Lá, ela anotou num diário os principais acontecimentos por que havia passado – a captura pelos alemães, o cotidiano no campo, as transferências para outros locais de trabalho, mas também a experiência da libertação, a saudade dos pais e a redescoberta da feminilidade. Esse diário foi o ponto de partida para este livro, escrito e organizado por Noemi Jaffe. Na obra, três gerações de mulheres da mesma família se debruçam sobre o horror de Auschwitz, no impulso – tão imprescindível quanto vão – de, como observa Jeanne Marie Gagnebin, tecer um agasalho ‘contra a brutalidade do real’.

Compartilhe

Deixe um Comentário