Virada Sustentável na BVL

0

Neste fim de semana, dias 29 e 30 de agosto, a Biblioteca Parque Villa-Lobos integra a programação da 5º Virada Sustentável, festival anual de mobilização e educação para a sustentabilidade, que envolve cocriação, articulação e participação direta de órgãos públicos, escolas, universidades, empresas, coletivos e movimentos sociais.

Confira o que rola dentro da biblioteca:

 

Sábado, 29 de agosto

               

10 às 13h – Teias em tear

Com Julia Vellutini (Minhoca Handmade Toys) e Gabriela Michellini (Flamingos in Love)

Na oficina serão construídas teias com o uso de um tear, que utiliza como base apoios circulares em papelão recortado de caixas descartadas. Com as teias criadas pelo público, será feito um totem para instalação colaborativa no espaço interno da biblioteca.

Idade Indicada: a partir de 3 anos.

Número de participantes: 20 pessoas.

Local: deck infantil.

 

10 à 11h30 – Grafitti com terras – Colorindo a cidade

Com Arte Terra Cor       

Pintura com terra é uma vivência de conexão com a Terra por meio da arte.

Neste encontro será ensinado uma técnica artística e terapêutica em que são utilizados apenas materiais orgânicos.

Idade Indicada: a partir de 3 anos.

Número de participantes: 20 pessoas.

Local: deck lanchonete.

 

10 às 13h30 – Planetários: mude o mundo com sua mensagem              

Oficina para a criação de mensagens: vídeos, memes, fotos e textos. Em um primeiro momento, os Planetários da Virada – jornalistas, blogueiros, designers e profissionais da área de marketing -, vão compartilhar seus aprendizados e experiências para tratar dos temas de sustentabilidade, principalmente nas questões relacionadas às mudanças climáticas. Depois de um breve intervalo, os participantes serão estimulados a desenvolver mensagens nos formatos de texto, vídeo, fotografia, memes, desenhos, poesias. Sob a orientação dos profissionais de comunicação, todo o conteúdo produzido será organizado na forma de Almanaque do Clima, que será distribuído nas redes da própria Virada Sustentável e dos envolvidos do workshop. Os participantes também verão seus trabalhos publicados no site Conexão Planeta – www.conexaoplaneta.com.br.

Idade Indicada: a partir 14 anos.

Número de participantes: 180 pessoas.

Local: auditório.

 

11 às 12h – Panos contam

Com Siljanne Alves

Uma história de tradição oral é contada e na sequência o público presente é convidado a desenhar uma cena, um personagem, uma imagem. O desenho será transferido para um pano, que será bordado pelo acompanhante, com a ajuda da criança. O objetivo é preservar o traço da criança no bordado, o que não impede que esse desenho tenha detalhes acrescentados durante o processo. Ao final, os bordados serão expostos. Cada um leva seu trabalho para casa. Serão utilizados materiais recicláveis diversos, tais como sobras de bijouterias, pequenos objetos metálicos que sugerem formas, pedacinhos de madeira, galhinhos, folhas secas, sementes, para partilhar com os presentes a ideia de reutilizar coisas que se encontram facilmente ao nosso alcance e com eles construir beleza. E assim promover uma relação de troca e de comunhão entre as crianças e os acompanhantes movidos por uma história.

Idade indicada: Crianças e adultos.

Número de participantes: 20 pessoas.

Local: Oca.

 

11 à 12h30 – Minichefs em Ação | Grupo Desajuste      

Nessa oficina de culinária, os participantes são convidados a elaborar juntos, de maneira lúdica, uma receita muito gostosa com alimentos naturais, aproveitando as partes que costumam ser descartadas, mas que contêm muitas vitaminas (como cascas e talos). Esta atividade visa viver a experiência do coletivo de forma prática, em que todos possam brincar com a mão na massa. Por meio de dinâmicas lúdicas, os participantes serão convidados a refletir sobre o tema da nutrição.

Idade indicada: a partir 5 anos.

Número de participantes: 15 pessoas.

Local: Sala criatividade 3.

 

12 à 13h30 – Pintura com terras

Com Arte Terra Cor       

Pintura com Terras, é uma vivência de conexão com a Terra por meio da arte. Nela será ensinada uma técnica artística e terapêutica em que são utilizados apenas materiais orgânicos, que permitem um contato mais livre e saudável.

Idade Indicada: a partir 5 anos.

Número de participantes: 15 pessoas.

Local: Deck lanchonete.

 

14 às 17h – Teias em tear

Com Julia Vellutini (Minhoca Handmade Toys) e Gabriela Michellini (Flamingos in Love)

Na oficina serão construídas teias com o uso de um tear, que utiliza como base apoios circulares em papelão recortado de caixas descartadas. Com as teias criadas pelo público, será feito um totem para instalação colaborativa no espaço interno da biblioteca.

Idade Indicada: a partir de 3 anos.

Número de participantes: 20 pessoas.

Local: deck infantil.

 

 

Mostra de Cinema        

14 às 15h – Documentário Matias + Bate-papo com o diretor | Ricardo Martensen       

Em abril de 2012, o biólogo Alexandre Martensen, irmão do Diretor Ricardo Martensen, pede uma grande ajuda. Com sua equipe, ele trabalhava na criação de uma reserva florestal no Estado de São Paulo. É um dos últimos trechos de Mata Atlântica bem preservada no Brasil. Durante os estudos para a criação do parque, conhece um senhor que mora em uma pequena tapera na mata, bem no meio da região onde o parque seria criado. Pelas leis brasileiras, quando uma reserva florestal é criada todos os moradores da área, à exceção das populações indígenas, devem ser retirados. Como Seu Matias não tem origem indígena, ele teria de ser retirado. Preocupado com o destino do homem, Alexandre propõe a gravação de um pequeno vídeo mostrando o cotidiano de Matias com a intenção de provar às autoridades a profunda relação do senhor com aquela terra e assegurar sua permanência no local mesmo depois da criação do parque.

Idade indicada: a partir de 14 anos.

Número de participantes: 180 pessoas.

Local: auditório.

 

14 às 15h30 – Alimentação Viva

Com Santuário de Harmonização Planetária

“Alimentação Viva” é aquela que valoriza a vitalidade de todos os alimentos, sejam eles vindos dos elementos da natureza ou de estilos de vida como fontes de energia. Isso inclui a prática da atividades físicas e da respiração (yoga), a experimentação na produção de alimentos aumentando o contato com o ambiente natural (horta) e as vivências em grupo favorecendo trocas de “alimento” humano e afetivo. A oficina de Alimentação Viva demonstrará como escolhas alimentares influenciam na saúde dos homens e do planeta, pois traz conceitos de ecologia interior e exterior, conhecimento sobre alimentos orgânicos, cultivo de alguns alimentos pelo próprio consumidor – estimulando horta urbana e a troca de experiências entre grupos. A oficina inclui parte teórica e prática, com demonstração de como germinar grãos e sementes, plantio e cultivo da grama do trigo e como fazer o do suco verde.

Idade indicada: livre.

Número de participantes: 20 pessoas.

Local: Sala criatividade 3.

 

Mostra de Cinema

16 às 17h28 – 7 bilhões de outros – Nós Somos São Paulo – We are São Paulo –  Yann Arthus Bertrand

Depoimentos de 500 pessoas de 84 países, incluindo o Brasil, filmados durante seis anos. As 45 perguntas, que transitam entre o amor, a guerra, o sentido da vida ou a crença na vida após a morte, nos ajudam a entender o que nos separa e o que nos une nas diferentes culturas e trajetórias pessoais.

Nesta exibição será apresentado a edição “Nós Somos São Paulo –  We are São Paulo”.

Idade indicada: a partir 14 anos.

Número de participantes: 180 pessoas.

Local: auditório.

 

16h – Hora do Conto

Narração de histórias em Libras com interpretação para o português.

Boitatá, a guardiã da natureza e outros contos, na versão de Mauricio de Sousa.

Com o Grupo Mãos de Fada.

Local: Oca.

 

16 à 17h30 – O processo inflamatório e os alimentos anti-inflamatórios | Liz Rached

A alimentação atual é muito influenciada pelo incentivo ao consumo de alimentos processados e industrializados, os quais possuem grandes quantidades de insumos químicos prejudiciais como conservantes, corantes, intensificadores de sabor, dentre outros produtos que, com o tempo e quantidade consumidos, contribuem para o aparecimento de problemas de saúde e instalação de inúmeras doenças inflamatórias. O processo inflamatório faz parte da resposta imunológica do organismo frente a uma agressão, e, caso o organismo não esteja em equilíbrio, se torna susceptível à instalação de diversas doenças, desde as virais, bacterianas e parasitárias, até as doenças inflamatórias crônicas, como diabetes, obesidade e câncer. Por meio de aula interativa, com amostras de alimentos, será explicado sobre o processo inflamatório, como ele se instala no nosso corpo e como algumas atitudes cotidianas, que são as mais importantes, podem ajudar a manter a boa saúde.

Idade indicada: Livre.

Número de participantes: 20 pessoas.

Local: Sala criatividade 3.

 

Domingo, 30 de agosto

               

10 à 11h30 – Oficina

Projeto Abayomis Multiplicando Amor | Aniete Abreu             

Usando bonecas de pano, feitas de amarração e com sobras de tecidos que geralmente são descartados por confecções, a oficina conta a história da Abayomis – bonecas feitas por mães de crianças que, diante do cenário de horror ao serem transportadas nos navios negreiros, rasgavam pedaços de tecido da própria roupa e criavam as abayomis para as crianças se divertirem diante daquele sofrimento. Entendendo o amor que cada mãe colocava naquele pedaço de tecido, toda vez que se presenteia alguém com uma boneca dessas ou se ensina a confeccioná-las, oferece-se o melhor, as melhores qualidades em um pedaço de tecido.

Idade indicada: livre.

Número de participantes: 20 pessoas.

Local: deck infantil

 

10 às 13h – Mandalas com fios, linhas e gravetos |Mandalas by Lala

Confeccionar mandalas é uma excelente ferramenta de organização psíquica, harmonização interna, expressão artística, que possibilita a liberação de conteúdos inconscientes, a criatividade e promove a elevação da autoestima e da concentração. Ojos de Dios é um artesanato confeccionado com palitos de madeira, gravetos de árvores de diversos tamanhos, restos de linhas e lãs. É originário de uma tribo indígena chamada Huichol, do México, e, basicamente, o seu significado simbólico é de um amuleto de proteção. Atividade: tecer mandalas de 4, 6, 8 e 12 pontas. É possível que cada integrante saia com duas ou mais mandalas prontas para levar.

Idade indicada: acima de 6 anos.

Número de participantes: 20 pessoas.

Local: deck externo.

 

11 à 12h – Panos contam | Siljanne Alves

Uma história de tradição oral é contada e na sequência o público presente é convidado a desenhar uma cena, um personagem, uma imagem. O desenho será transferido para um pano, que será bordado pelo acompanhante, com a ajuda da criança. O objetivo é preservar o traço da criança no bordado, o que não impede que esse desenho tenha detalhes acrescentados durante o processo. Ao final, os bordados serão expostos. Cada um leva seu trabalho para casa. Serão utilizados materiais recicláveis diversos, tais como sobras de bijouterias, pequenos objetos metálicos que sugerem formas, pedacinhos de madeira, galhinhos, folhas secas, sementes, para partilhar com os presentes a ideia de reutilizar coisas que se encontram facilmente ao nosso alcance e com eles construir beleza. E assim promover uma relação de troca e de comunhão entre as crianças e os acompanhantes movidos por uma história.

Idade indicada: Crianças e adultos.

Número de participantes: 20 pessoas.

Local: Oca.

 

11 à 12h30 – Brigadeiro mágico | Maria Helena Caldas

Poucas crianças hoje em diante têm contato com a matéria prima que deu origem à sua alimentação e muitas vezes não sabem de onde vem sua comida. Esta oficina tem como objetivo proporcionar uma aventura pelas origens do sabor irresistível do chocolate, através da manipulação do fruto do cacau e da magia de receitas.

Idade indicada: a partir 5 anos.

Número de participantes: 20 pessoas.

Local: Sala criatividade 3.

 

 

12 à 13h30 – A arte de dobrar papel no mundo da leitura e da escrita

Com Hosaná Dantas

A partir de técnicas básicas da arte de dobrar papel, a oficina trabalhará a realização de um marcador de página e de um minicaderno de anotações com 20 páginas. As composições de origami desenvolvidas serão usadas como elementos de decoração, tanto para os marcadores como para a capa do caderno.

Idade indicada: a partir 6 anos.

Número de participantes: 20 pessoas.

Local: deck infantil.

 

Mostra de cinema

12h – Alpes, geleiras sob alta vigilância (51 min) | Thierry Berrod (França, 2014)

As geleiras dos Alpes fazem parte de uma das partes mais sensíveis do planeta. O documentário mostra a agonia das primeiras vítimas, geleiras de menos de 3500 metros. O impacto econômico e geológico de seu desaparecimento anunciado será provavelmente significativo nos próximos anos.

Idade indicada: a partir 14 anos.

Número de participantes: 180 pessoas.

Local: auditório.

 

15h30 às 17h – Mandalas com fios, linhas e gravetos |Mandalas by Lala

Confeccionar mandalas é uma excelente ferramenta de organização psíquica, harmonização interna, expressão artística, que possibilita a liberação de conteúdos inconscientes, a criatividade e promove a elevação da autoestima e da concentração. Ojos de Dios é um artesanato confeccionado com palitos de madeira, gravetos de árvores de diversos tamanhos, restos de linhas e lãs. É originário de uma tribo indígena chamada Huichol, do México, e, basicamente, o seu significado simbólico é de um amuleto de proteção. Atividade: tecer mandalas de 4, 6, 8 e 12 pontas. É possível que cada integrante saia com duas ou mais mandalas prontas para levar.

Idade indicada: acima de 6 anos.

Número de participantes: 20 pessoas.

Local: deck externo.

               

Mostra de cinema

14h – O mundo segundo a Monsanto (108 min) | Marie-Monique Robin  (França,2008)

Monsanto, multinacional americana, inicialmente especializada na indústria química, em pouco mais de um século tornou-se líder mundial das biotecnologias, particularmente dos organismos geneticamente modificados. Esta empresa detém as patentes de 90% do milho, da soja e do algodão transgênico cultivados no mundo, e pode vir a controlar a cadeia alimentar inteira. Monsanto, alerta Marie-Monique Robin, é uma das empresas “mais controversas da era industrial”.

Idade indicada: a partir 14 anos.

Número de participantes: 180 pessoas.

Local: auditório.

 

14h à 15h30 – Cantos do trabalho

Com a Cia. Cabelo de Maria – Sescoop

O trabalho, por mais simples ou mais pesado que seja, faz-se melhor se ritmado ao som de uma cantiga. Nessa intervenção, duas atrizes e uma musicista quebram, descascam, ralam e fazem docinhos de coco para o público degustar, tudo ao som do pandeiro e de canções de trabalho à moda das lavadeiras, retirados da cultura popular. O público acompanha todo o processo de produção do quitute e pode perceber a importância do valor humano que está nos produtos que consumimos, bem como o prazer de trabalhar em grupo e a noção da importância do próprio trabalho.

Idade indicada: Livre.

Número de participantes: 20 pessoas.

Local: deck externo.

 

Mostra de cinema

16h – O pesadelo de Darwin (107 min) – (França/Austria/Bélgica, 2004)

Tanzânia e seu Lago do Nilo, berço da humanidade, exporta uma espécie introduzida no local: a tilápia, que está acabando com as espécies nativas e servindo de lucro para grandes empresas exportadoras que levam filés do peixe para a Europa e traficam armas para as guerras africanas. Enquanto 500 mil quilos de peixe são levados diariamente para Europa por gigantescos aviões, o povo da Tanzânia morre de fome, vivendo na extrema miséria diante da vontade das grandes corporações. O conformismo e a desesperança da população transformaram o país num verdadeiro inferno. Prostituição, abandono infantil, crise de fome, violência cotidiana. As cenas são dramáticas e dantescas. O terceiro mundo, para certos setores sociais, é apenas um lugar para ser explorado… de todas as formas.

Idade indicada: a partir 14 anos.

Número de participantes: 180 pessoas.

Local: auditório.

 

16h – Hora do Conto

Magia na floresta amazônica, inspirada na obra de Leonardo Boff (BVL)

Com o Grupo Histórias em Movimento.

Local: Oca

 

16h à 17h – Oficina: Culinária contra o desperdício

Com D’Angelo Projetos e Ideias Sustentáveis

Aula-show de culinária sustentável com a chef Ana Maria D’Angelo, que demonstrará os principais conceitos e algumas receitas que contemplam a culinária sustentável. As receitas impressas serão impressas para os participantes.

Idade indicada: Livre.

Número de participantes: 20 pessoas.

Local: Sala criatividade 3.

               

17h à 18h00 – Culinária contra o desperdício (degustação)

Com D’Angelo Projetos e Ideias Sustentáveis

Degustação das receitas preparadas, de acordo com os conceitos da culinária sustentável.

Idade indicada: Livre.

Número de participantes: 20 pessoas.

Local: Sala criatividade 3.

 

*Programação sujeita à alteração.

Compartilhe

Deixe um Comentário

três × 2 =