Uma mulher chamada guitarra (Vinicius de Moraes)

0

capa_uma_mulher_chamada_guitarraVinicius de Moraes (1913-1980) foi uma das presenças mais marcantes na cultura brasileira do século XX. Mais de trinta anos após sua morte, a importância do autor não para de crescer. Pudera – o carioca Vinicius foi um dos nossos grande poetas modernistas, compositor – um dos pais do movimento conhecido como Bossa Nova, nascido no final dos anos 1950 – que criou canções que brasileiros de todas as gerações conhecem, como ‘Garota de Ipanema’, cronista consagrado na imprensa, dramaturgo, amante da beleza, da mulher e da natureza. Nesta seleção de suas crônicas, Vinicius aparece por inteiro. A infância, suas memórias de um Rio de Janeiro bucólico e quase interiorano, a observação da passagem do tempo (e a inevitável presença da morte), a paixão pelos livros e pela língua portuguesa, o amor e a contemplação – bem-humorada – da vida cotidiana ocupam estas páginas. Tudo com delicadeza, humor e inteligência em textos leves e divertidos.

Compartilhe

Deixe um Comentário

dezessete − seis =