Sexta é dia de Clube de Leitura

0

Publicado em 1936, o livro que será discutido no Clube de Leitura de fevereiro traz a história de Luís da Silva, funcionário público que, atormentado pelo ciúme, por sua consciência de condenado à mediocridade e por uma vida de frustrações, acaba pondo fim a um cotidiano de aparente tranquilidade.

Ao longo das páginas de Angústia, fica claro o ódio que Luís sente pelo sistema, representado por Julião Tavares, moço rico, gordo, bem vestido e excessivamente falante, que o inferioriza e oprime. Com seus agrados hipócritas, Julião afasta Marina do amor do protagonista.

Marco do romance moderno brasileiro, Angústia é a expressão máxima do embate entre a subjetividade do escritor e a realidade objetiva, sempre opressora.

Uma curiosidade: o livro foi escrito enquanto o autor, Graciliano Ramos, estava preso pelo governo de Vargas, no Rio de Janeiro.

O encontro acontece nesta sexta, 24 de fevereiro, das 15 às 17 horas, na BVL.

Compartilhe

Deixe um Comentário