Serial Killers: nas mentes dos monstros

0

Crédito: Divulgação

Charlotte Greig escolheu e escreveu em detalhes sobre os 50 serial killers considerados mais famosos do mundo, indo de Jack, o Estripador, a Ted Bundy. Com a documentação de cada um deles, é possível perceber temas semelhantes surgindo – David Berkowitz ou Anatoly Onoprienko, que cresceram para ser solitários e, consequentemente, acabaram se vingando de uma sociedade pela qual se sentiam rejeitados; os assassinos que matavam por impulso sexual, como Albert Fish ou John Christie; e os praticantes ocultistas, como os Estripadores de Chicago e Richard Ramirez, inspirados por rituais macabros, a fim de transformar suas fantasias obscuras em realidades ainda mais sombrias. Não importam quais sejam as histórias que surjam desse grupo de indivíduos distorcidos, ‘Serial Killers – Nas Mentes dos Monstros’ deve ser um testamento do potencial do comportamento humano para o terror e a maldade.

 

Compartilhe

Deixe um Comentário

5 × 2 =