Saiu a lista dos mais emprestados de novembro

0

Saiu a lista com os 6 livros mais emprestados da BVL. De literatura infantil a adulta, todos lidos e relidos pelos sócios da biblioteca. Se ficou com vontade de emprestar algum corre na biblioteca com sua carteirinha e leve o livro pra ler em casa.

 

1. Apertado, de Guido Van Genechten. Infantil (0-11anos)

apertado

Nada como começar esta lista com os livros mais lidos pelos pequenos. O cachorro está muito apertado. Mas sua irmã está usando o penico dele! Porque o rato está sentado no penico dela. O cachorro corre para todos os penicos da casa, mas estão todos ocupados. Mas ele continua apertado, o que fazer? Será necessária uma dose de coragem e autoconfiança para resolver esse problema tão urgente!

 

2. Couro de piolho, de Luis da Câmara Cascudo. Infantil (0-11anos)

 

Couro piolho

Este livro, da coleção ‘Contos tradicionais do Brasil’, traz uma história retirada por Câmara Cascudo da memória e da imaginação popular.

 

3. Victoria e o patife, de Meg Cabot. 

vitoria e o patife

 

Victoria é enviada a Londres aos 16 anos a fim de conseguir um marido. Mas é na longa viagem até a Inglaterra que a jovem encontra o amor, na figura de Hugo Rothschild, o nono Conde de Malfrey. Tudo estaria ótimo se não fosse a insuportável interferência do capitão do navio, Jacob Carstairs. Por que ele não pode confiar na escolha de Victoria? Por que ele não a deixa em paz? Estaria Hugo escondendo algo?

 

 

4. O mundo de Anne Frank: lá fora, a guerra, de Janny Van Der Molen.

o-mundo-de-anne-frank

“Para alguém como eu, escrever um diário traz uma sensação muito estranha. Não só porque nunca escrevi, mas suponho que no futuro nem eu nem ninguém se interesse pelos desabafos de uma menina de 13 anos”. (Anne Frank)
Quando registrou essas linhas em seu diário, Anne Frank certamente ainda acreditava que teria um futuro e não imaginava o quanto os seus desabafos atrairiam o interesse de milhões de pessoas diferentes ao redor do mundo. “O mundo de Anne Frank – Lá fora a guerra”, de Janny van der Molen, é um mergulho profundo na história da menina que se mantém até hoje como símbolo do horror do regime nazista e referência histórica para as novas gerações.

 

5. Origem, de Dan Brown.

DAN BROWN

 

Para finalizar nossa lista, o livro Origem, de Dan Brown. Robert Langdon, o famoso professor de Simbologia de Harvard, chega ao ultramoderno Museu Guggenheim de Bilbao para assistir a uma apresentação sobre uma grande descoberta que promete “mudar para sempre o papel da ciência”. O anfitrião da noite é o futurólogo bilionário Edmond Kirsch, de 40 anos, que se tornou conhecido mundialmente por suas previsões audaciosas e invenções de alta tecnologia. Os convidados ficam hipnotizados pela apresentação, mas Langdon logo percebe que ela será muito mais controversa do que poderia imaginar. De repente, a noite meticulosamente orquestrada se transforma em um caos, e a preciosa descoberta de Kirsch corre o risco de ser perdida para sempre. Numa jornada marcada por obras de arte moderna e símbolos enigmáticos, os dois encontram pistas que vão deixá-los cara a cara com a chocante revelação de Kirsch e com a verdade espantosa que ignoramos durante tanto tempo.

 

6. C.A.: cotidiano anônimo, de Fabrizio DSC.

2017-12-12

 

Para finalizar a lista deste mês. Juro que depois do carnaval,  voltarei para o casulo. Lembro quando tomei algumas dessas decisões,  mas deitar-se numa rede e se balançar não é coisa de velho e criança para tal data chegar falta pouco. A ser eu voltarei. Com a casca tão dura,  que a bolha de transparente passará a ser negra.  De ontem em diante,  minha rotina mudou de adrenalina por minha culpa consciente espero que aconteça o máximo de coisas que não programei. E coisas que não queria convites que compareço recusando que me vejam do jeito que detesto. Meu nome, Carlos Alberto.

Compartilhe

Deixe um Comentário