/ governosp

Oficina online aborda linguagem e estrutura de livros ilustrados

0

Esta semana foi repleta de histórias em que as imagens brincaram com o texto. A Oficina Online Uma Introdução à Linguagem e História do Livro Ilustrado, ministrada por Odilon Moraes, abordou as estruturas da escrita híbrida encontrada neste formato de publicação. Em quatro encontros, o ilustrador apresentou os principais fundamentos da conexão entre o texto e a imagem na narrativa. 

De início, os preceitos do livro ilustrado foram discutidos. Como se estrutura a informação, o encontro da ilustração com o texto, as incoerências necessárias para que o leitor participe da construção da história, as possibilidades de fragmentação das imagens e como tudo isso resulta na narrativa desta linguagem literária. 

O primeiro desafio dos participantes foi se apresentar. Uma ação simples e rápida quando estamos dentro de uma sala, todos juntos, mas Odilon ousou e usou da distância para conhecer a turma. Dessa forma, foi proposta a criação de 6 a 8 imagens que fossem capazes de contar uma breve apresentação de cada um. 

Nesta sexta, 28 de agosto, aconteceu o último encontro. A ideia da imagem contando e participando da narrativa já estava mais clara para os alunos que detalharam suas produções, ouviram mais histórias e referências, além de tirar dúvidas. 

Sofia Lebrón é estudante de pedagogia e se inscreveu na oficina para descobrir novas obras e ter contato com essa linguagem literária, mas os encontros foram muito além de suas expectativas. “O que senti, ao final dos quatro encontros, foi uma divisão da minha experiência com a literatura e o livro ilustrado antes e depois da oficina. Com metáforas, analogias e ultrapassando os limites do livro para além de sua forma e conteúdo, o Odilon demonstrou a potência e capacidade do livro ilustrado. Mais do que anotações e dicas interessantes, aprendemos que ‘a palavra entra onde a imagem não chega e a imagem chega onde a palavra não consegue’.”

Adriana Kuhn é bibliotecária em Florianópolis, admiradora do trabalho de Odilon Moraes e ficou encantada com a oficina. “Eu torcia pra chegar o horário das aulas e senti uma ‘tristeza’, com gratidão, no final. Agradeço ao Odilon por ser tão acessível e à BVL por proporcionar essa experiência, reforçando o papel de uma biblioteca: o acesso à cultura!”. 

Importante lembrar que a Biblioteca Parque Villa-Lobos continua com as atividades presenciais suspensas, mas há cursos, oficinas e encontros com escritores acontecendo e você pode consultar a nossa programação online em nossas redes sociais e, aqui, no site.

 

Compartilhe

Deixe um Comentário

Ouvidoria Transparência SIC
Doe Máscaras