“Mar de papoulas” desafia Clube de Leitura

0

O livro “Mar de papoulas”, de Amitav Gosh, foi o centro das atenções do Clube de Leitura na BVL, no final de julho, e deixou intrigados os participantes. O encontro, realizado mensalmente, promete, em agosto, debater “Como água para chocolate”, de Laura Esquivel, no dia 31, das 15h às 17h, no auditório. É importante lembrar que, para fazer parte da atividade, não há necessidade de inscrição.

Sob o comando dos auxiliares de leitura Michele Rocha Chaves e Renato da Silva Silveira, o Clube de julho mexeu com a imaginação dos participantes ao debater obra que trata, entre outros temas, da Guerra do Ópio, da colonização da Índia, da violência e de preconceitos contra a mulher. A obra constituiu-se em um desafio para quem esteve por lá. Com mais de 500 páginas, o livro, finalista do Booker Prize, selecionado como um dos melhores do ano pela imprensa (Washington Post, Economist e San Francisco Chronicle), soma uma quantidade enorme de personagens, que vão se cruzando na longa, densa – e cheia de detalhes – história.

Considerado um romance épico, o livro narra a jornada do navio Ibis, embarcação inglesa que se envolve no perigoso comércio do ópio com a China, e sua tripulação formada por pessoas de várias origens e com inúmeros interesses. Considerada a obra de uma trilogia do autor (uma das pessoas do grupo já começou a ler o segundo, aliás), “Mar de papoulas” é inegavelmente texto instigante, como salientaram as já veteranas no grupo Emília de Oliveira, Cláudia Mine Matsulara e Margarida Abe.

Ao lado da estreante no Clube, Aretha Alves, as participantes ficaram impressionadas com a trama e a profundidade na caracterização de cada um dos personagens. E puderam conhecer ainda melhor os costumes do povo na Índia. Um glossário faz parte da obra e visa contribuir para a compreensão do enredo.

Compartilhe

Deixe um Comentário