/ governosp

Leitura ao Pé do Ouvido apresenta obra de Manuel Botelho de Oliveira

0

O Leitura ao Pé do Ouvido apresenta o poema “A ilha de maré”, que integra o livro “Música do Parnaso”, de Manuel Botelho de Oliveira. De 1636, o advogado, político e poeta foi o primeiro autor nascido por aqui a ter um livro publicado, versando sobre os temas comuns a seu tempo. No trabalho de destaque de hoje, o escritor louva a terra, descreve os muitos frutos do País e aborda a inveja que esses produtos naturais causariam às cidades europeias. Ouça aqui o trecho que selecionamos para você.  

Conheça esse poema completo disponível em formato digital. Acesse aqui e boa leitura!

Trecho lido:

A ilha de maré  

“Os pobres pescadores em saveiros, 
em canoas ligeiros, 
fazem com tanto abalo 
do trabalho marítimo regalo; 
uns as redes estendem, 
e vários peixes por pequenos prendem; 
que até nos peixes com verdade pura 
ser pequeno no Mundo é desventura: 
outros no anzol fiados têm 
aos míseros peixes enganados, 
que sempre da vil isca cobiçosos 
perdem a própria vida por gulosos. 
Aqui se cria o peixe regalado 
com tal sustância, e gosto preparado, 
que sem tempero algum para apetite 
faz gostoso convite, 
e se pode dizer em graça rara 
que a mesma natureza os temperara. 
Não falta aqui marisco saboroso, 
para tirar fastio ao melindroso; 
os polvos radiantes, os lagostins flamantes, 
camarões excelentes, 
que são dos lagostins pobres parentes; 
retrógrados caranguejos, 
que formam pés das bocas com festejos, 
ostras, que alimentadas 
estão nas pedras, onde são geradas (…)”

Compartilhe

Deixe um Comentário

Ouvidoria Transparência SIC