Leia mais sobre o Curso de Literatura de Vestibular

0

Nesta terça-feira, 25 de agosto, foi realizada mais uma aula do Curso de Literatura de Vestibular na Biblioteca Parque Villa-Lobos (BVL). A discussão foi sobre obra Laços de família, de Clarice Lispector. Esta iniciativa tem objetivo de apresentar não somente o enredo, mas também os contextos sociais, políticos e literários. O foco são as listas de livros de dois dos principais vestibulares de São Paulo: a Fuvest e a Unicamp.

A aula é um bate-papo, com trocas de experiências e impressões sobre os livros. No caso de Clarice, foi realizada uma leitura comentada do conto “Amor”. Na pauta, uma discussão sobre os aspectos interiores do personagem: suas dúvidas, questões e seu modo de encarar a realidade. E também como uma pequena ação do cotidiano pode fazer este personagem refletir sobre a vida e até mesmo ter uma crise de identidade.

No curso, também foi falado sobre escritores que têm semelhanças com a escrita da brasileira, como o irlandês James Joyce e a britânica Virginia Woolf.

Para uma das participantes, Neuza Maria Ferreira Camargo, a autora brasileira “escreve desenhando. Tem muita profundidade e o texto é muito bonito”. Já o aluno Carlos Seya Higashi Lo elogiou a BVL pela ação. “Estou gostando bastante. A discussão é produtiva e o formato não é de palestra, mas sim de conversa”, comentou.

A professora Thais Cristina Vitale fala que a abordagem do curso é fugir do que os alunos já aprendem na sala de aula. Para isso, é necessário explicar alguns conceitos de teoria literária. Sobre os vestibulares, ela explica que a Fuvest tem uma lista de livros mais conservadora, focando em clássicos como José de Alencar e Machado de Assis. Já a Unicamp é mais arrojada e investe poesia, romance, conto e até uma peça de teatro. “O importante para eles é entender que a literatura vai falar de sentimentos humanos”, finalizou.

Confira no link a lista dos próximos livros que serão analisados e veja fotos da atividade:

Compartilhe

Deixe um Comentário

seis + 15 =