/ governosp

Itapetininga relata sucesso do programa Lê no Ninho na sua Biblioteca Pública

0
Lê no Ninho na Biblioteca Pública de Itapetininga. Foto: Talita Floriano

Lê no Ninho na Biblioteca Pública de Itapetininga. Foto: Talita Floriano

Programa de incentivo à leitura para crianças entre 6 meses e 4 anos, o Lê no Ninho foi desenvolvido a partir do Bebelê, que até 2016 fazia parte da programação das bibliotecas de São Paulo e Parque Villa-Lobos. A SP Leituras e o Instituto Tellus foram responsáveis pelo desenvolvimento do projeto, que acrescentou à metodologia o uso de dispositivos tecnológicos. Além da BSP e da BVL, na capital, bibliotecas públicas de dez outros municípios paulistas aderiram à atividade, com resultados muito positivos.

A Biblioteca Dr. Júlio Prestes de Albuquerque, em Itapetininga, na região Sudeste do Estado, está entre os equipamentos que aderiram ao Lê no Ninho e viram as famílias com crianças pequenas da municipalidade adotarem-no. Segundo a bibliotecária Talita Floriano, os primeiros encontros aconteceram em dezembro de 2016. “Desde o início tivemos uma boa repercussão, pois foi o primeiro projeto desenvolvido para essa faixa etária, que até aquele momento não era somado como leitor”, diz ela.

Programa Lê no Ninho estimula a leitura para crianças entre 6 meses e 4 anos. Foto: SP Leituras

Programa Lê no Ninho estimula a leitura para crianças entre 6 meses e 4 anos. Foto: SP Leituras

No início, a Biblioteca de Itapetininga programou o Lê no Ninho duas vezes por semana: no primeiro sábado do mês, às 10h, e na terceira quarta-feira, às 18h. Com o tempo, o encontro de sábado acabou se revelando o mais adequado, com um público bastante assíduo. Ao longo do período, os mediadores foram funcionários e estagiários da biblioteca, além de voluntários.

“O nosso maior recorde de público foi este ano, no qual tivemos em média 20 crianças com seus pais e avós”, diz Talita. “Temos várias crianças que participam desde o começo, que vimos bebezinhos e agora já sabem ler. É um programa muito bem sucedido na nossa Biblioteca.”

Ao longo de maio e junho, o Lê no Ninho, que normalmente acontece nas dependências da biblioteca, foi transportado para o ambiente virtual. A fim de proteger todos os envolvidos nas atividades, bolamos dicas de atividades em oito vídeos curtos e divertidos.

A ideia, tanto presencialmente quanto nas plataformas online, é criar um momento de afetividade e fortalecimento de laços entre crianças e adultos.

Confira todos ele clicando aqui no link que vai para a página da BVL no Facebook.

Aproveite!

Compartilhe

Deixe um Comentário

Ouvidoria Transparência SIC