Escritora fica surpresa com equipamento de acessibilidade na BVL

0

Você sabia que a BVL conta com dispositivo de tecnologia revolucionária, que oferece independência às pessoas com deficiência visual, déficit de leitura, dislexia e síndrome de down? O equipamento, acoplado em uma armação de óculos, tem aproximado essa população do nosso acervo, promovendo a inclusão. Quem esteve na biblioteca para conhecer a novidade foi a escritora Esther Proença Soares.

Impressionada com a “voz que lê” o texto (melodiosa e não metálica, como destaca ela), Esther  já foi leitora para cegos (para a Audioteca Kate Heymann) e conhece as dificuldades com as entonações e em não transformar a leitura em algo totalmente “mecânico”. Com surpresa, ela se deparou com um equipamento que realiza, de forma mais “amigável”, essa tarefa. “É inacreditável que o leitor possa ter uma melodia, uma sonoridade tão agradável que parece que ele está realmente aqui, ao vivo, fazendo essa leitura. A tecnologia é fantástica!”, ressalta.

Esther conta que lê bem com um dos olhos e tem certa dificuldade com o outro, o que acaba atrapalhando, no geral, seu contato com os livros, seus companheiros de uma vida inteira. Autora de “A arte de escrever histórias” e  “O inventário das sobras”, entre outros títulos, a escritora destacou que o importante seria ter muitos desses equipamentos em muitas bibliotecas públicas. “Eu sou uma leitora apaixonada”, diz ela, feliz com o fato de, ao se deparar com as possibilidades abertas através do aparelho, perceber que seu prazer da leitura continuará firme e forte!

Saiba mais 

O equipamento – uma câmera intuitiva – está acoplado em uma armação de óculos. Ele fotografa, escaneia e transforma textos de qualquer superfície em áudio instantaneamente, além de reconhecer rostos (na biblioteca, os funcionários foram cadastrados para serem “identificados” pelos óculos) e produtos. Capaz de detectar textos em português, inglês e espanhol, o dispositivo possui controle de velocidade, permite escolher entre voz masculina e feminina e tem comandos para pausar, adiantar ou retroceder a leitura.

O produto de tecnologia revolucionária pode ser utilizado na biblioteca (também há na Biblioteca de São Paulo) de forma gratuita. Para usá-lo, basta contatar nossa equipe de atendimento. Está localizado na área de acessibilidade, no último pavimento, à direita de quem chega na BVL.

Conhece alguém que poderia fazer uso desses óculos? Espalhe a notícia!

Compartilhe

Deixe um Comentário