Entre e surpreenda-se: elas aceitaram o convite!

0

Um grande banner de um dos lados da fachada da Biblioteca Parque Villa-Lobos chama a atenção de quem passa ou passeia por aquele espaço no parque. Muitas das pessoas aceitam o convite “feito” no material e entram para descobrir o que há lá dentro daquele grande prédio cinza, cercado por um deck e um caminho de água, no meio do verde das plantas, bem perto do Orquidário Ruth Cardoso e do espaço para os cães. Foi o que aconteceu com Sílvia, que trouxe as pequenas da família e amiga (Manoela, de oito anos, Melissa de nove e Amanda de seis) para conhecer o espaço.

“A faixa que está lá fora é bem convidativa pra gente entrar aqui e explorar o que tem”, diz Sílvia Delion. O que mais chamou a atenção das meninas foi mesmo a área de jogos, logo na entrada da BVL. A Ludoteca é, sem dúvida, um dos locais mais concorridos nas instalações. As mesas, invariavelmente nos finais de semana em especial, estão cheias de famílias e amigos que chegam para jogar. Com a lotação do lugar, os que não encontram cadeiras e mesas ali disponíveis seguem para a Oca, a área central da biblioteca, e se acomodam nos tatames para brincar.

As meninas contam que, depois dos jogos, a “viagem” prossegue pelas prateleiras em busca de títulos que sejam atraentes para ler. Isso sem falar nos computadores, que consta da lista de desejo de parada do trio mas que só aparece mesmo depois dos jogos e dos livros. Para Manoela, a contação de histórias também merece destaque. A equipe da BSP interpretou, no dia da visita da família, a história “O Grúfalo”, de Julia Donaldson.

Quem também esteve aproveitou uma das últimas tardes de férias foi a dupla Luana Gonçalves Bernardino e a filha, a pequena Marina Harumi, de 11 anos. As duas também se sentiram atraídas pelo banner e confessam que nunca tinham prestado muita atenção na biblioteca. Com o convite do banner feito, elas entraram e prometem voltar. Fizeram até a carteirinha. Isso porque, leitora sempre animada, Marina passeou pelas prateleiras de olho em uma série em particular: “Meu querido diário otário”, de Jim Benton (confira os disponíveis em https://bvl.org.br/catalogo/).

Ansiosas por voltar, mesmo agora com as férias terminadas, as meninas tiraram ainda selfies para marcar o momento. Confira na galeria de imagens.

Compartilhe

Deixe um Comentário