/ governosp

Autor de “Os carbonários”, Alfredo Sirkis morre no Rio, aos 69 anos

0

O ex-deputado Alfredo Sirkis morreu nesta sexta-feira, dia 10 de julho, vítima de um acidente de carro, no estado do Rio de Janeiro, aos 69 anos. Ele estava sozinho no veículo, que bateu em um poste e capotou. As informações são do site Congresso em Foco, onde Sirkis assinava uma coluna.

Autor de “Os Carbonários”, Prêmio Jabuti de 1981, Alfredo Sirkis publicou mais oito livros, entre ficção e não-ficção. Destacam-se na sua obra ainda “Roleta chilena” (1981), “Corredor polonês” (1983), “Verde carioca” (1996) e “Megalópolis” (2012).

Em junho, ele lançou o livro “Descarbonário”. A obra relata como Alfredo lida com as efeitos das mudanças climáticas, as ações para a descarbonização da atmosfera, misturada com histórias do folclore político brasileiro e internacional.

Jornalista, roteirista, gestor ambiental e escritor, Sirkis participou do movimento estudantil de 1968 e, depois, da resistência à ditadura. Foi um dos fundadores do Partido Verde (PV) e seu presidente nacional, entre 1991 e 1999.

Foi o primeiro Secretário de Meio Ambiente do Rio de Janeiro (1993-1996), onde construiu a maior rede de ciclovias do País, com quase 160km, foi secretário de Urbanismo (2001-2006) e vereador por quatro mandatos, tendo sido o mais votado em 1988.

Compartilhe

Deixe um Comentário

Ouvidoria Transparência SIC
Doe Máscaras