Associação Paulista de Críticos de Arte premia sete obras na categoria Literatura

0

A Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) anunciou esta semana as melhores obras de 2019 em dez áreas: arquitetura, artes visuais, cinema, dança, literatura, música popular, rádio, teatro, teatro infanto-juvenil e televisão.

Em literatura, “Crocodilo” (Companhia das Letras), de Javier Arancibia Contreras, venceu como romance do ano. E “Redemoinho em Dia Quente” (Alfaguara), de Jarid Arraes, ganhou na categoria contos e crônicas. Esta última obra está disponível para leitura e empréstimo nos acervos das bibliotecas de São Paulo e Parque Villa-Lobos.

A 63ª cerimônia de entrega dos prêmios foi realizada no dia 17 de fevereiro de 2020, no Teatro Sérgio Cardoso.

Veja lista dos vencedores da APCA de Literatura:

Romance: “Crocodilo”, de Javier Arancibia Contreras (Companhia das Letras)

* Contos/Crônicas: “Redemoinho em Dia Quente”, de Jarid Arraes (Alfaguara)

Biografia/Autobiografia/Memória: “Em Busca da Alma Brasileira – Uma Biografia de Mário de Andrade”, de Jason Tércio (Sextante)

Ensaio/Teoria e/ou Crítica Literária/ Reportagem: “O Crime da Galeria de Cristal”, de Boris Fausto (Companhia das Letras)

Poesia: “Melancolia”, de Carlos Cardoso (Record)

Infantil/Juvenil: “Enfim, Capivaras”, de Luisa Geisler (Companhia das Letras)

Tradução: Eric Nepomuceno, pela tradução de “O Jogo da Amarelinha”, de Julio Cortázar (Companhia das Letras)

* Obra disponível no acervo das bibliotecas de São Paulo e Parque Villa-Lobos

Compartilhe

Deixe um Comentário