Aniversário de três anos da BVL

0

No sábado, 16 de dezembro, a Biblioteca Parque Villa-Lobos (BVL) comemorou o aniversário de três anos. Para celebrar esta data tão especial, a foi realizada uma festa repleta de atividades divertidas e criativas. Veja algumas fotos que marcaram o dia —>

Ao longo do dia, os palhaços Jacinto & De Derson fizeram números circenses que alegraram pais e filhos.

O último Segundas Intenções do ano teve a presença de Xico Sá, às 11 horas, na Oca. No espaço central da biblioteca, ele falou da sua atuação como cronista, jornalista, como se aproximou da televisão, e, claro, deu mais detalhes da sua produção e do seu modo de pensar a literatura, a escrita e do que ele mais gosta de ler. O bate-papo teve moderação do curador do programa Manuel da Costa Pinto. Confira mais detalhes no post.

Outra atividade muito bacana foi a Oficina Minichef, que começou às 11h30. Nela, o chef Andy Giacometti ensinou a molecada a preparar cupcakes que formaram um bolo de aniversário. Ficou bem gostoso, bonito e divertido!

Às 13 horas, foi a abertura da Exposição-Caderno: Villa-Lobos 2015/2017, Rubens Matuck. Nela, o ilustrador, pintor e escultor Rubens Matuck contou sua experiência desenhar a fauna e flora do Parque Villa-Lobos. Também abordou questões urbanas e teceu comentários sobre a história da arte. A mostra fica em cartaz até o março de 2018.  Saiba mais neste link.

A mediação de leitura ficou a cargo da escritora e poeta Selma Maria na Oficina Palavra-chave e Palavra Árvore. Ela reuniu crianças, adolescentes e adultos para ensinar formas poéticas de construção, por meio de palavras e desenhos. Ela trabalha com arte e educação desde a década de 1980 e contou um pouco de seu trabalho. Acredita que ações continuadas como a agenda cultural da BVL são um estímulo para um pensar mais criativo, especialmente dos mais jovens. “Devemos trazer a poética contemporânea de escritores brasileiros e estrangeiros, as formas como eles estão vendo o mundo e a realidade, o ponto de vista do artista. Isso faz uma grande diferença no processo de educar”, comentou a artista.

O equipamento da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo também homenageou os frequentadores que mais prestigiam a biblioteca, dando um livro de presente. Os premiados foram: Ana Clara (Bebelê), Fabiana Weykamp (Programação cultural), Annivlete Pasta  (+60), Alexandre de Oliveira, Camila Castanho, Mariana e Luisa Mazareella (Família), Jorge Artur Akilian (Acessibilidade), Flávio Naves Moreno (Jovem) e Djalma Chagas Bina (Adulto). Para fechar o dia, a BVL encantou as crianças com o espetáculo Os Mequetrefe, do Grupo Parlapatões, às 16 horas. Na apresentação, os comediantes arrancaram gargalhadas com esquetes muito bem-humoradas. O grupo Parlapatões surgiu em 1991 e tem um trabalho que mistura o circo e o teatro. A direção da peça é assinada por Hugo Possolo, um atores e criadores mais importantes do país.

CAMPANHA DA CARTEIRINHA

O equipamento teve impressionante crescimento de público e de influência. Desde a inauguração, mais de 700 mil pessoas visitaram o espaço, que recebe 25 mil visitantes por mês. Visando atrair cada vez mais gente interessada em lazer, entretenimento e informação, a BVL lança durante no mês de aniversário uma campanha para atrair mais sócios. Atualmente, 21 mil pessoas têm a carteirinha, que é essencial para desfrutar do acervo da biblioteca, que conta com 27 mil itens entre livros, brinquedos, gibis, jornais e revistas. Com carteirinha também é possível usar os 90 computadores do espaço e a sala de games, equipada com os consoles e jogos mais legais do mercado. No dia da festa, as pessoas que cadastraram na BVL participaram de um sorteio de kits com livros e ingressos para outros espaços culturais da cidade.

Compartilhe

Deixe um Comentário

3 + 1 =