/ governosp

21/08 – Oficina Professores personagens da literatura: textos sobre outros textos

0

Considerando os personagens professores que serão o foco desta oficina, poderemos nos perguntar como tais indivíduos são construídos textualmente e discursivamente, em que espaços narrativos aparecem e como tais espaços são constituídos como “objetos de discursos” nas obras literárias. A oficina convidará os participantes à produção escrita de uma resenha, um artigo ou ainda um ensaio sobre uma obra literária analisada durante os encontros. Tais gêneros são exemplos de textos escritos a partir de outros textos, sendo assim, a leitura crítica é um passo inicial e fundamental para as produções propostas.

Além desse aspecto relacionado à leitura, a oficina tem como foco a abordagem crítica e o ensino de elementos que fazem parte dos referidos gêneros textuais a serem produzidos pelos cursistas tais como o plano global de uma resenha/de um artigo, a expressão da subjetividade do autor da resenha/do artigo e a inserção de vozes no texto.

Esta oficina, então, embora tenha como produto final um texto analítico escrito, tem uma relação estreita com a leitura como construção de sentidos e de sujeitos sociais. Indicado para pessoas a partir de 16 anos. 

Com Lilian do Rocio Borba.

  • Sábados 7, 14, 21 e 28 de agosto das 10h às 13h. 

Carga horária total: 12 horas - 4 encontros. 

Atividade oferecida na modalidade online, ao vivo.  

Esta atividade faz parte da parceria com a Unifesp no projeto Literatura Brasileira no XXI.  

Sobre a ministrante: 

Possui graduação em Letras Português pela Universidade Federal do Paraná (1992), doutorado em Linguística, na área de Sociolinguística, pela Universidade Estadual de Campinas (2006) e estágios de pós-doutorado também pela Universidade Estadual de Campinas (2010 e 2014). Atuou como docente em regime emergencial na área de Sociolinguística, no Instituto de Estudos Linguísticos, na Unicamp. Entre os anos 2014 e 2016, desenvolveu o projeto “Pronunciamentos de D Obá II, fontes para a história da escrita de afrodescendentes no século XIX”, no departamento de Linguística (IEL/Unicamp), sob a supervisão da Profa Charlotte Galves, e contou com bolsa do Programa Nacional de Pós-Doutorado (PNPD) da CAPES/MEC. Tem experiência na área ensino de Língua Portuguesa e Linguística com ênfase em Sociolinguística, atuando principalmente nos seguintes temas: língua portuguesa, variação linguística, sociolinguística histórica, identidade linguística, Gilberto Freyre e enunciados sobre o português brasileiro, estereótipos linguísticos e representações sociais. Possui experiência na área de projetos ligados à formação continuada de professores de Língua Portuguesa e à elaboração de material didático. Nos últimos anos, tem pesquisado sobre os africanos e a formação do português brasileiro. Atuou também em disciplinas relacionadas à prática de leitura e de produção de textos escritos em cursos de nível superior como Letras, Pedagogia, Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Relações Públicas, Serviço Social. Atualmente é professora voluntária na área de gramática no cursinho popular pré-vestibular Lélia Gonzalez em Campinas/SP.

 

Compartilhe

Deixe um Comentário

Ouvidoria Transparência SIC